Participação do Brasil na International Home & Housewares Show supera expectativas

A participação brasileira na Feira Home & Housewares Show 2014, realizada entre os dias 15 a 18 de março, no McCormick Place, gerou U$ 3,1 milhões em negócios imediatos e previsão de cerca de U$8,4 milhões em negócios para os próximos 12 meses. As 31 empresas brasileiras presentes no evento tiveram 537 encontros de negócios com empresários de 40 países. Esta foi a primeira ação conjunta feita em uma feira internacional envolvendo quatro projetos setoriais do Complexo Casa e Construção apoiados pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – Glass Brasil, Lux Export Brasil, Metal Brasil e Think Plastic Brazil.

O total de negócios realizados teve um resultado sete vezes maior do que o verificado em 2013, quando o pavilhão brasileiro contou apenas com o segmento de utilidades domésticas plásticas.

A feira International Home & Housewares é considerada a maior feira do mundo ocidental no segmento de Utilidades Domésticas De acordo com Márcia Gomide, gestora dos projetos Glass Brasil, Lux Export e Metal Brasil, o conceito de one stop shop foi o grande diferencial apresentado pelo estande brasileiro, pois os visitantes podiam encontrar os vários produtos e soluções em utilidades domésticas das indústrias brasileiras  reunidos em um mesmo espaço. “A presença de compradores da América Latina, um dos focos dos projetos, só confirma que a decisão na ação conjunta foi acertada. Bons negócios aliados à boa imagem são os principais retornos positivos que posso destacar”.

Para o Projeto Think Plastic Brazil, esta foi a décima participação na feira. “No posicionamento estratégico da indústria brasileira de Casa e Construção Civil no mercado internacional, ações sinérgicas de diversos segmentos – como a realizada em Chicago – são essenciais, pois contribuem para uma melhor percepção externa da capacidade de oferta nacional”, destaca o Gestor do Projeto na Apex-Brasil, Emanuel Figueira.

O pavilhão brasileiro surpreendeu os visitantes, na sua maioria compradores de grandes redes de varejo dos Estados Unidos e países da América Central e Latina. Durante os quatro dias de feira as empresas brasileiras apresentaram um mix de produtos diferenciado, com destaque para o conteúdo de design exposto. Com a união dos projetos Glass Brasil, Lux Export Brasil, Metal Brasil e Think Plastic Brazil, o pavilhão brasileiro quase dobrou de tamanho, passando de 170 metros quadrados, em 2013, para 300 metros quadrados este ano. O espaço apresentou o conceito “Colors beyond expectations” (do inglês, “cores além das expectativas”) e foi trabalhado para promover aspectos como o design, a praticidade, a qualidade, a inovação e a funcionalidade dos produtos em exposição, mostrando uma perspectiva para a produção brasileira que transcendeu às cores.

“Esta primeira exposição conjunta com os outros projetos em uma grande feira internacional do setor de Utilidades Domésticas foi uma estratégia muito acertada, pois a sinergia fez que com fosse oferecido um mix de produtos mais interessantes para o comprador internacional e mostrou também a força do Brasil e da sua indústria”, explicou o gerente do Projeto Think Plastic Brazil, Marco Wydra.

Written by Chicagoano

All things Brazilian - with a Chicago accent.

My Dad the perfectionist

My Dad the perfectionist

NY artist Les Joynes feels up São Paulo

NY artist Les Joynes feels up São Paulo